segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Pós-graduação em Logística Empresarial pela IMAM




O renomado instituto IMAM voltado à logística está oferecendo curso de pós-graduação em logística empresarial. O corpo docente é formado pelos membros do instituo que contam com vasta formação acadêmica e ampla experiência profissional.

Para mais informações sobre o curso, clique no link http://www.cursosimam.com.br/posgraduacaoemlogistica .

Outros cursos ministrados pelo IMAM, siga pelo site http://www.cursosimam.com.br/

Empresário chinês quer investir em Jundiaí, São Paulo

Jundiaí foi uma das cidades que o empresário escolheu para estudar investimentos

A cidade de Jundiaí recebeu a visita do empresário chinês Li Chunyu da Sociedade de Logística Internacional Litong Hengyun. Ele veio até Jundiaí para conhecer a infraestrutura e já diz que pretende voltar em janeiro e fazer um estudo detalhado da cidade para concretizar uma possível parceria de investimento no setor logístico.

A visita do empresário a região provocou um encontro realizado pela ABEPL que reuniu no Paço Municipal 60 empresários do setor de logística e comércio exterior, além de autoridades locais. A empresa de Li Chunyu é conhecida internacionalmente no mercado logístico e promove a movimentação de carga pelos meios aéreo, terrestre e marítimo. O empresário já tem parcerias firmadas com a África do Sul e a Rússia. Li Chunyu vê Jundiaí como um parceiro em potencial e destacou a infraestrutura local, principalmente o fato de a cidade ficar as margens de rodovias como Anhanguera e Bandeirantes.

Li Chunyu ainda destacou que a China vê no Brasil um forte parceiro econômico, e acredita que muitas oportunidades de negócios podem ser geradas, principalmente pelo país ser a sede da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Durante esse encontro foi apresentada aos empresários e ao chinês Li Chunyu a Feira Internacional de Logística.2010, realizado pela Adelson Eventos e que acontecerá nos dias 15,16 e 17 de junho no parque Comendador Antonio Carbonari (Parque da Uva) em Jundiaí, São Paulo. Uma grande oportunidade que China tem de consolidar essa parceria e começar a investir na cidade de Jundiaí. Com a Feira Internacional de Logística.2010 os futuros parceiros chineses, além de conhecer a potência logística da região de Jundiaí podem ter a exata dimensão dos empreendimentos e parcerias que podem obter na região. Mais informações sobre a feira podem ser obtidas no site http://www.feiradelogistica.com/

Essa visita de Li Chunyu e o interesse em investir na cidade só consolidam os bons números da economia da região. O IBGE divulgou em dezembro o ranking do PIB de 2007 e Jundiaí subiu da 27º posição para a 23º no ranking nacional de municípios; já no estadual, a cidade que antes era a 11º economia do Estado de São Paulo já é a 9°, ficando atrás somente de São Paulo, Guarulhos, Campinas, São Bernardo do Campo, Barueri, Osasco, Santos e São José dos Campos. Jundiaí teve um salto econômico de 120% no PIB municipal.

A cidade de Louveira, também na região de Jundiaí obteve destaque justamente por causa do crescimento das empresas de transportes, comércios e serviços. A cidade pulou da 28ª para a 19ª posição no ranking do Estado de São Paulo, do ano de 2006 para 2007.

O interesse chinês mais os números do IBGE consolidam a região como um polo logístico nacional. A Feira Internacional de Logística.2010 realizada pela Adelson Eventos vem para somar e para aquecer ainda mais esse mercado promissor que há na região de Jundiaí.


Vivian Lourenço - Assessora de Imprensa (MTB: 57.471)
imprensa@adelsoneventos.com.br
+55 11 4526-2637 / 11 83217335

sábado, 14 de novembro de 2009

Feira Internacional Logística em 2010 reunirá 15 mil visitantes

Com parcerias internacionais, Jundiaí aguarda por grande evento em 2010

Um grande evento setorizado está programado para o próximo ano em Jundiaí, interior de São Paulo. Trata-se da I Feira Internacional Logística.2010, que reunirá cerca de 90 expositores e público de 15 mil visitantes nos dias 15, 16 e 17 de junho de 2010 no Parque da Uva.

Uma grande estrutura também está sendo preparada: são três pavilhões e toda a área externa do parque, o que resulta em 52.400 m² de feira. Além da exposição de pequenas, médias e grandes empresas, a programação conta com congresso coordenado pela Fundação Getúlio Vargas e Rodada de Negócios, que resultará em intenso networking dos participantes e, conseqüentemente, geração de negócios.

Segundo Adelson Lopes, diretor da empresa Adelson Eventos, responsável pela realização da feira, a visibilidade que a Logística.2010 trará é um ponto muito importante. “Planejamos tudo para a realização de negócios, relacionamento, troca de experiências e tecnologias. E já contamos com parcerias internacionais”, declara.

O apoio no exterior foi consolidado através dos consulados norte-americano e chinês e da Câmara Ítalo-brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura (Italcam), que trouxeram seus representantes oficiais para a apresentação da feira aos empresários no dia 14 de outubro. O prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad, que esteve presente no evento, também apóia a iniciativa e acredita no potencial da feira. “O município tem vocação para este setor e com certeza a Logística.2010 se tornará referência”, afirma.

A cidade, certamente, é mais um ponto positivo para a realização deste grande evento. Segundo Lopes, a localização de Jundiaí é excelente para o setor. “Por aqui passam as rodovias Anhanguera e Bandeirantes. Também estamos próximos das principais rodovias do estado e dos grandes aeroportos, além do Aeroporto Estadual de Jundiaí e da extensa malha ferroviária”, comenta. Esta localização privilegiada atrai grandes empresas que se instalam na região, como Coca-cola, Pepsi e Siemens e os centros de distribuição da Sadia, Casas Bahia e Magazine Luiza.

Os dados econômicos da região também são positivos e mostram como Jundiaí cresce e se desenvolve: PIB per capita 44% maior que o do Estado de São Paulo e 109% maior que o brasileiro, distrito industrial com mais de 1.000 empresas de variados setores, 25ª economia do país, superando 14 capitais brasileiras, representa 1,4% do PIB do estado e 0,84% da região sudeste, PIB municipal de R$ 11,3 bilhões, 14º lugar no ranking nacional do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e quarta colocada entre todas as cidades de São Paulo.

Para Luciano Rocha, presidente da ABEPL (Associação Brasileira de Empresas e Profissionais da Logística), entidade que está promovendo a Logística.2010, a escolha da cidade mostra certa ousadia e pioneirismo. “Estamos planejando este evento desde 2007. Sabemos que Jundiaí já é considerada pólo logístico no cenário nacional e temos certeza de que a feira fomentará ainda mais os negócios na região”, conclui.

O interesse empresarial confirma: durante a apresentação da feira aos empresários, a reserva de espaços aumentou em 40%. “Ao conhecer o que estamos programando, os representantes das empresas não quiseram esperar e fecharam negócio imediatamente. Eles perceberam a visibilidade que Logística.2010 terá”, assegura Lopes.

Para atingir nível nacional, os organizadores da feira e a operadora CVC firmaram parceria. Quem for de fora da cidade ou do estado de São Paulo, pode contar com uma de suas 10 mil agências para vir ao evento em Jundiaí.

Para receber o grande público e oferecer o melhor conforto também aos expositores, a estrutura contará com amplo estacionamento, segurança, restaurante no parque, auditório para palestras e congresso, posto médico, cooperativa de táxi operando no local, CAEX (Centro de Atendimento ao Expositor), secretaria com profissionais bilíngües e internet wireless.

Mais informações sobre a cidade, local do evento e cadastramento podem ser vistas no portal eletrônico http://www.feiradelogistica.com/

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Edição #92 da revista Logweb


Segue o link para download gratuito em formato .pdf da edição #92 da revista Logweb, especializada em logística. Clique aqui

terça-feira, 27 de outubro de 2009

FENATRAN 2009


Começou ontem, dia 26, a edição 2009 da feira de transportes FENATRAN. O evento reunirá em torno de 355 expositores, de 15 países.

Uma oportunidade para ficar atualizado com as novidades, não apenas da área de transportes, mas de outras áreas pertencente à logística e, claro, aumentar o networking.

Informações sobre a feira:

FENATRAN - Salão Internacional do Transporte

Edição: 17ª
Data: 26 a 30 de outubro de 2009
Horário: das 13h às 21h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - São Paulo - SP - Avenida Olavo Fontoura, 1.209 - São Paulo - SP
Área Global de Exposição: 78 mil m²
Expositores: cerca de 355 expositores de 16 países
Público: em torno de 48 mil visitantes/compradores de 45 países
Periodicidade: Bienal

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Informe: Votorantim Cimentos busca parceria para transporte de seus produtos no Nordeste

Votorantim Cimentos busca parceria para

transporte de seus produtos no Nordeste

Interessados com veículos caçamba, carga seca e silo, com capacidade rodo-trem, bi-trem, carreta, graneleiro, truck e toco deverão procurar a empresa para agendamento do serviço


A Votorantim Cimentos (VC) busca novas parcerias no transporte de cargas - cimento ensacado e produtos (cimento, clinquer e insumos) a granel - entre as unidades da Votorantim no Nordeste, em rotas intermunicipais, interestaduais e distribuição urbana. Para atender à demanda da empresa são necessários veículos caçamba, carga seca (rodo-trem, bi-trem, sider, carreta, toco e truck) e silos.


As transportadoras interessadas na parceria precisam enviar, através de e-mail, CNPJ, Inscrição Estadual, endereço, telefone e proposta para os itinerários de interesse. A etapa seguinte será a apresentação do caminhoneiro ao local de carregamento (fábricas e/ou centros de distribuição), com o caminhão, para efetuar o cadastro nos sistemas da Votorantim. Nesta ocasião será necessário apresentar Carteira Nacional de Habilitação do motorista; documento do cavalo e carreta; CPF e INSS do proprietário do veículo; endereço completo do motorista e do proprietário.


Transportadores autônomos também podem se inscrever comparecendo ao guichê das fábricas ou centros de distribuição da VC, com os seguintes documentos para realização da inspeção veicular: Carteira Nacional de Habilitação; documento do cavalo e carreta; CPF e INSS do proprietário do veículo; endereço completo do motorista e do proprietário.


A Votorantim Cimentos possui fábricas no Ceará (Sobral e Caucaia); Sergipe (Laranjeiras); Paraíba (Caaporã); Pernambuco (Paulista); e Bahia (Candeias). Os centros de distribuição estão localizados no Maranhão (Imperatriz e São Luiz); Piauí (Terezina); Ceará (Fortaleza); Sergipe (Aracaju); Rio Grande do Norte (Parnamirim); Pernambuco (Cabo, Caruaru, Recife, Petrolina); Alagoas (Maceió); e Bahia (Salvador, Itabuna e Feira de Santana).


Para mais informações ou cadastro on-line, entrar em contato com o departamento de transporte – Regional Nordeste:


· Hisbello Lima: Email: hisbello.lima@vcimentos.com.br - telefone: 81 2101 4201


· Leonardo Cabral: Email: leonardo.cabral@vcimentos.com.br - telefone: 81 2101 4206


· Lucas Valden: E-mail: lucas.carvalho@vcimentos.com.br - telefone: 81 2101 4201


· MSN: votorantimcimentos.ne@hotmail.com.br




O INFORME ACIMA NÃO É DE RESPONSABILIDADE DO AUTOR DESTE BLOG.

Recomendação de livro: Gerenciamento de Transporte e Frotas


Meu irmão com a sua namorada resolveram passear no shopping semana retrasada e, para minha surpresa, ele me ligou de lá e disse: "Rodolfo, acabei de comprar um livro de logística...". Chegando em casa, fui logo ver o livro e, me interessei por se tratar sobre transportes. O título do livro é "Gerenciamento de Transporte e Frotas".

Comecei a ler o livro e não parei, pois o mesmo é muito interessante e não perde o brilho em capítulo algum. O livro enfoca o modal rodoviário e o divide entre transporte de cargas e de passageiros, pois cada um possui características diferentes. As informações são objetivas e claras ao leitor, e o uso inteligente de ilustrações, tabelas e gráficos faz com que se tira maior proveito do conteúdo.

O livro explica conceitos tanto estratégicos quanto operacionais, cálculos para planejamentos e decisões explicados de forma simples e, apresenta informações sobre o setor de transportes no Brasil.

Dou destaque ao autor Antonio Galvão Novaes, que é autor de um dos livros mais vendidos e usados em Logística, "Logística e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição" e que não é preciso eu escrever que é recomendadíssimo aos estudantes e profissionais da área.

Enfim, é um livro indispensável para os empresários e profissionais de empresas de transportes que visam a otimização dos processos logísticos em suas emrpesas.

O livro está em sua 2º edição e é publicado pela editora Cengage Learning. Para maiores informações, clique aqui.


Espero que esta dica ajude os profissionais da área.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Sobre minha ausência.

Peço desculpas a todos pela minha ausência. Estive muito ocupado com trabalhos da faculdade e alguns compromissos pessoais, mas muito em breve voltarei com novos posts. Não pensem que o blog parou!

Agradeço a compreensão!

Abraço a todos.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Acidente em armazém envolvendo empilhadeira e estrutura porta-pallets

Esse vídeo mostra que devemos estar atentos aos espaços e ao layout de um armazém e, principalmente, respeitar a capacidade limite dos equipamentos de movimentação (empilhadeira, transpalheteira, etc). A movimentação de vidas em um armazém é grande, por isso, o risco de em caso de acidente alguém ficar ferido é alto. Sempre devemos respeitar os procediemtnos de segurança.

Só gostaria de saber qual foi o fim do operador desta empilhadeira.

Zona Azul na cidade de São Paulo sofrerá aumento.

O preço da zona azul (estacionamento rotativo aonde se paga por hora para se estacionar nas ruas de São Paulo) vai subir, nesta segunda-feira (05/10/09) para R$3,00 a hora, ante R$1,80 a hora cobrado atualmente.

Geralmente, os franelinhas cobram R$3,00 a folha da Zona Azul, enquanto que nos pontos credenciados para a venda, cada papel sai por R$1,80. Com este aumento, crieo que os franelinhas passarão a cobrar, no mínimo, R$5,00.

Talvez, em alguns lugares, compensa mais estacionar o carro em um estacionamento privado, pois paga-se um pouco mais caro, mas a segurança é incomparável com a da rua.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Isso foi um milagre!

O vídeo a seguir mostra um acidente envovlendo um trem, um caminhão e um operário que estava no lugar errado. Tanto o operário quanto o motorista do caminhão foram inadimplentes por estarem próximos à linha de trem quando o mesmo estava se aproximando.

Felizmente, não houve vítima fatal!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Grau de investimento do país é elevado


SÃO PAULO (Reuters) - A agência de classificação de risco Moody's elevou nesta terça-feira o rating atribuído à dívida soberana do Brasil para grau de investimento, com perspectiva positiva.

A nota subiu de "Ba1" para "Baa3", primeiro estágio na faixa considerada grau de investimento.

"A elevação reflete o reconhecimento pela Moody's de que a capacidade de absorção de choques, incluindo a capacidade de resposta das autoridades, aponta para uma melhora significativa do perfil de crédito soberano do Brasil", segundo a Moody's.

Fonte: EXAME

Argentina restringe autopeças brasileiras

Em mais uma medida protecionista contra os produtos brasileiros, a Argentina burocratizou a entrada de três tipos de autopeças produzidas no Brasil: baterias, embreagens e freios. Na prática, a exportação desses produtos estão paralisadas.

As novas regras, que entraram em vigor na segunda-feira da semana passada, obrigam as empresas a se registrar junto ao governo argentino e a solicitar licenças de importação. Todo o processo pode demorar, no mínimo, dois meses e meio.

"Com esses prazos, a situação pode se arrastar até dezembro", diz o negociador-chefe do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), Antonio Carlos Meduna.

A ministra da Produção da Argentina, Débora Giogi, garantiu que as montadoras estão excluídas das exigências, que valem para o mercado de reposição. Débora se reuniu ontem, em São Paulo, com o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge.

Conforme o representante do Sindipeças, o fluxo para as montadoras na Argentina está normal, porque as empresas anteciparam embarques, mas "não é possível separar tão claramente" o que vai para a reposição.

"A situação está controlada, mas o problema é a falta de previsibilidade. Esse tipo de medida não combina com a lógica de complementaridade do acordo automotivo entre Brasil e Argentina", disse o vice-presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Antônio Sérgio Martins Mello.

Por meio de negociações entre os setores privados, os fabricantes de autopeças instalados no Brasil aceitaram limitar as exportações de baterias, freios e embreagens para a Argentina. Mesmo assim, o país vizinho impôs licenças de importação.

O principal nó está no acordo de baterias. O limite acertado foi de 850 mil unidades. Os brasileiros argumentam que é preciso rever o limite para 1,2 milhão, porque o cálculo foi feito em meio à crise, e agora o mercado reagiu. Os argentinos não concordam.

Apesar da nova medida protecionista, o clima ontem era de conciliação. Os ministros anunciaram que estão buscando empresas argentinas para fornecer equipamentos para o setor de petróleo e gás no Brasil, que deve aumentar as compras por causa do pré-sal.

Débora e Jorge fizeram questão de frisar que a tensão entre Brasil e Argentina - provocada pelo atraso na liberação de licenças de importação - diminuiu. "Houve uma redução grande nas reclamações dos empresários brasileiros, porque a situação econômica melhorou", disse Jorge. Ele também descartou que as medidas argentinas estejam favorecendo os produtos chineses no mercado argentino e provocando desvio de comércio.

Débora atenuou os problemas enfrentados pelos setores que ainda não conseguiram chegar a um acordo, como têxteis. "Todos os setores vão chegar a um acordo ao seu tempo", disse. Ela acredita que os acertos setoriais vão levar a uma maior integração produtiva.

Uma fonte presente à reunião fechada entre os ministros disse que a principal divergência permanece, porque "a Argentina acredita em comércio administrado e o Brasil, não".


Fonte: ESTADÃO

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Comercial da IBM sobre RFID

No post anteiror foi falado e postado um vídeo do grupo METRO sobre como pode ser o mercado do futuro. Aproveitando o mesmo tema, hoje vou postar um comercial que a IBM fez sobre a implantação da tecnologia RFID em um supermercado.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Supermercado do Futuro

O grupo METRO desenvolveu um vídeo mostrando como poderá ser o supermercado do futuro. Esta nova era dos supermercados só será possível com o uso da tecnologia da informação aplicada à logística. No vídeo se vê o uso de sistemas RFID, WMS, VMI, ECR, EDI e entre outros para o supermercado poder operar da maneira apresentada.

Grandes redes de varejo há tempos começaram estudos e projetos visando a implantação de sistemas de TI. O resultado destes projetos, se bem implementados, será a redução de custos, aumento da eficiência dos processos de distribuição de produtos para os supermercados e, facilidade para o cliente que vai fazer as compras.

Abaixo veja o vídeo mostrando o supermercado do futuro:

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Nova edição da EXAME traz petróleo como capa.


A edição 952 da revista EXAME que chega às bancas em algumas cidades já nesta quinta-feira (17/09/09) traz como assunto de capa o petróleo. A edição aborda não só a descoberta de gigantescas reservas de petróleo no pré-sal, mas o jogo político e a falta clara de como funcionará a exploração destas reservas.

Políticos estão usando estas reservas como moedas de campanha política, declarando e prometendo melhoras na educação, proteção ambiental, saúde, inclusão digital, entre outras promessas. Mas até agora nada está claro sobre sua exploração.

Com investimentos de 190 bilhões de dólares, criação de 700.000 novos empregos e centenas de novas empresas, o petróleo será o principal motor da economia brasileira.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Processo de Produção e Distribuição da Bíblia

Quero avisar que o objetivo deste post não tem nada a ver com religião, pregações e etc. O intuito do post é divulgar um vídeo de autoria da Sociedade Bíblica do Brasil, no qual é apresentado o processo de produção e distribuição da bíblia.

O link do vídeo:
http://www.sbb.org.br/multimidia/default.asp?id=4

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Nova Estatal Pode Ser Criada


Ontem (31/08), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou o polêmico marco regulatório do pré-sal, que conta com diversos projetos de lei, incluindo a alteração do atual sistema de royalties para o regime de partilha, onde a matéria extraída será dividida entre a empresa privada e o governo, garantindo assim uma maior fatia à Nação. Caso estes projetos sejam aprovados, será criada uma nova estatal chamada Petro-Sal (Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A.), destinada unicamente à administração e exploração do pré-sal. Esta empresa deverá ser completamente otimizada em relação aos números de cargos (máximo de 130 funcionários), que serão contratados pela CLT (Consolidações das Leis Trabalhistas). A estatal será vinculada ao Ministério de Minas e Energia, com escritório central no Rio de Janeiro e foro em Brasília.

FONTE: ADVFN

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Edição #90 da Revista LogWeb


Edição número 90 da revista LogWeb disponível em PDF para download. É grátis!!! Disponibilizada pelo site oficial da revista. Clique aqui para entrar no site da revista e fazer o download.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Aneel regulamentou internet via rede elétrica

Dando mais um passo no desenvolvimento tecnológico do Brasil, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem (25/08) as regras para utilização da Power Line Communications (PLC), tecnologia que utilizará a rede elétrica como meio para enviar dados digitais. Segundo a Aneel, o consumidor ganhará não somente no conforto que a tecnologia trará, mas ganhará também na redução de custos por parte das concessionárias de energia, já que poderão obter receita adicional ao alugar as linhas para empresas de internet.

Fonte: http://br.advfn.com/

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Preço do Seguro de Automóvel Sofre Aumento de 10%

Mulher. Idade entre 20 e 25 anos. Utiliza um carro 1.0 equipado com travas e vidros elétricos, direção hidráulica e ar-condicionado para ir ao trabalho e à faculdade na cidade de São Paulo. Em março do ano passado, uma pessoa com esse perfil pagava R$ 977,57 na apólice do seguro do veículo.


A partir deste mês, pagará R$ 1.102,62. Nesse mesmo período, o preço de mercado desse automóvel despencou quase 20% - desvalorização média observada no segmento de usados. Esse é apenas um exemplo entre muitos, mas ilustra a atual política de reajustes do mercado segurador do País. Quem for renovar a apólice ou contratar um seguro novo, perceberá um encarecimento entre 8% e 10%, aumento confirmado pelo presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo (Sincor-SP), Leoncio de Arruda.

Se na prática o valor mais alto já incomoda, psicologicamente tem efeito ainda maior. Com o início da Lei Seca, o mercado esperava queda de até 20% no preço das apólices, já que as seguradoras usam um percentual para reparo de colisões em torno de 20% do valor total. Entretanto, o impacto da nova lei sobre as estatísticas de acidente não foi suficiente para influenciar os preços dos seguros. “A Lei Seca não impactou, porque a queda no número de acidentes não foi significativa”, ressalta o diretor da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Alexandre Penner.

Sem fatores que amenizem os custos, o aumento da sinistralidade (índice de ocorrências) encarece os contratos. Segundo o diretor da corretora Maior Seguros, Juliano César da Silva, o mercado de automóveis tem índice de sinistralidade (que considera a relação entre a média de utilização do seguro e os custos que a empresa paga) entre 65% e 67%, mas chegou a 70% em julho. Isso significa que, para cada R$ 100 recebidos em prêmio, a seguradora pagará R$ 70 em indenizações aos clientes. Na prática, se o contrato com a seguradora cobre roubos, o preço da apólice é naturalmente impactado, porque os índices de roubo em diversos estados do país subiram.

No entanto, atribuir o aumento a apenas os altos índices de roubo é um equívoco, segundo especialistas. Entre os principais vilões do crescimento da taxa de sinistralidade está também o encarecimento das autopeças devido à falta no mercado de reposição. Segundo Silva, as montadoras não estavam preparadas para o forte aumento da demanda de carros novos, estimulado pela redução do IPI, e isso provocou a falta de peças no mercado de reposição. “Isso prejudica o custo, ou seja, afeta o sinistro”, observa Silva. Para o próximo semestre, o presidente do Sincor-SP afirma que não haverá novos ajustes.

Margem de lucro

Outro fator que ajuda no encarecimento dos seguros é a redução da taxa básica de juros (Selic). Como as seguradoras recorrem às operações financeiras para obterem lucro e tal ganho financeiro é refletido de acordo com as taxas de juros, com a queda da Selic as empresas perdem lucratividade. Para aumentar a margem de lucro, elas repassam tal perda para o preço do contrato. “O ganho operacional das seguradoras é ínfimo ou até não existe, em virtude da sinistralidade e dos custos administrativos. Então, a empresa compensa em ganhos e repassa o custo ao consumidor”, justifica o diretor da corretora Maior Seguros.

Reação do mercado

O valor do seguro não é afetado por insumos naturais da economia, como o aumento das vendas de veículos novos, mas as seguradoras são. O mercado de seguros de automóveis deverá crescer, em média, 10% nos próximos anos. Além do aumento da frota circulante, o que tem injetado ânimo nas seguradoras é a própria mudança de postura do consumidor. “De uma forma geral, a importância do seguro está cada vez mais sendo percebido pelo consumidor, o que é natural de uma economia estável. A questão da estabilidade da moeda possibilitou o brasileiro a se planejar”, observa o diretor da Susep.

"O aumento do preço das peças afeta o sinistro"


Ainda mais otimista, o presidente do Sincor-SP acredita que o crescimento deverá ser ainda maior neste ano, ao redor de 15%. Segundo ele, se em 2010 for confirmada a retomada do mercado geral, a expansão poderá chegar a 18%. “A carteira de seguro para automóveis está entre as que mais cresceram. Principalmente, porque em períodos de crise todo mundo quer garantir o seu bem”, diz Leoncio de Arruda. De acordo com levantamentos das entidades ligadas ao setor, 30% dos automóveis em circulação no país são segurados.



Fonte: G1

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Operários Matam Executivo Na China


PEQUIM - Um grupo de trabalhadores agrediu e atirou do segundo andar o diretor de uma companhia privada que pretendia comprar e cortar postos trabalho de uma siderúrgica estatal na qual eles trabalham, matando-o na hora, informou a imprensa chinesa.

O episódio ocorreu na última sexta-feira, mas só foi informado nesta segunda-feira, 27. A empresa fica na localidade de Tangshan, província de Hebei.


É a segunda tentativa da empresa privada Jianlong Steel Holding Company de comprar a estatal Grupo Siderúrgico Tonghua. Chen Guojun, o diretor da companhia privada, que ocupa o 150º lugar entre as 500 maiores empresas chinesas, tinha afirmado que demitiria os trabalhadores de Tonghua assim que a privatização ocorresse.


Os meios de comunicação local informaram que Chen liderava a delegação que informou aos trabalhadores da Tonghua, que ocupa o 244º lugar na lista, que a Jianlong compraria 65% de participação na firma e que cortaria empregos e que em breve a empresa se chamaria Chen.


De acordo com fontes policiais, o diretor da siderurgia privada chegou a dizer que dos atuais 30 mil trabalhadores restariam cinco mil, "o que enfureceu a multidão".


Fonte: Estadão

Restrição Não é A Melhor Solução


A maior e mais movimentada cidade do país, São Paulo, se tornou pesadelo para as transportadoras ou autônomos quando foi anunciado a Zona Máxima de Restrição no ano passado, no qual o objetivo é a diminuição da circulação de caminhões numa área de 70 km² a partir do centro da cidade, gerando, assim, melhoria no tráfego, redução de barulho e menor emissão de CO² no ambiente.

As empresas de transporte de cargas e seus vários clientes nesta área tiveram que pensar, planejar e encontrar uma forma eficiente de enviar e receber os produtos. A solução mais usada é a entrega de mercadorias no período da noite, o que é mais caro do que no período diurno, pois gasta-se com funcionários fazendo hora extra para o recebimento da carga e frete ais caro por parte das transportadoras por terem de fazer as entregas de noite.

Agora chegou a vez do transporte de passageiros fretados enfrentarem esta restrição. Estima-se que 1,3 mil veículos de transporte fretados passam por essa área diariamente, transportando trabalhadores que moram em outras cidades. Essas pessoas passam a depender de taxí, metrô ou onibûs de circulação na cidade para chegar aos seus destinos, pois o onibûs fretado não pode entrar na área restrita.

A prefeitura de São paulo alega que a medida reduzirá o tráfego na área e ajudará para redução de emissão de CO², mas eu discordo neste ponto.

Um onibûs consegue transportar mais de 40 pessoas, isso reduz o número de carros que circulam numa cidade, pois cada pessoa não precisar usar sua condução própria. O que adiantaria retirar um ônibus de circulação e ter 40 carros ou motos a mais circulando na área? Só geraria mais confusão no transito e aumentaria a emissão de CO². E, claro, aumentaria o gasto das pessoas com transporte para irem trabalhar ou estudar.

O transporte coletivo é a melhor solução para resolver os problemas de trânsito e emissão de CO². Uma cidade que investe em transporte público só tem a ganhar e os seus usuários também. Ao invéz de pensarem em restrições, por que não estudam formas de melhorar as linhas de onibûs e as de metrô? Com certeza, todos ganhariam se tivessem o pensamento coletivo.


Gostei da matéria do Portal Terra sobre a restrição do transporte fretado de passageiros, vocês podem conferir clicando aqui.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Bovespa Vai Lançar Programa de TV


A BM&F Bovespa quer captar investidores de uma forma ainda mais agressiva este ano. Com o objetivo de multiplicar por 10 a quantidade de investidores pessoa física ativos no mercado e atingir a marca de 5 milhões em 5 anos, a BM&F Bovespa lançará um programa de TV chamado Educação Financeira, que passará todos os sábados na TV Cultura às 10h15 e terá uma duração de 12 minutos. A estréia do programa será no dia 8 de agosto.

Fonte: ADVFN

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Convite à todos!

Pessoal, convido à todos para visitarem o site http://pobrasil.org/ . O site abordará diversos assuntos relacionados à pesquisa operacional, programação, logística e outras áreas. O site está no seu começo e, em breve, trará muitos artigos e novidades.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Ilha Artificial: Solução Logística da Petrobras


Uma espécie de ilha artificial com heliporto, armazéns e alojamentos tende a ser a solução para o sistema de transporte de pessoas e cargas leves para o pré-sal. Inédito na indústria do petróleo, o modelo que consiste num ponto de apoio está em estudo na Petrobras, e seguirá soluções logísticas observadas na indústria de aviação civil e em centros de distribuição de grandes redes de varejo.


A expectativa é que o "hub" seja totalmente implantado até 2015, quando o pré-sal terá 11 plataformas de produção. "Não há, no mundo, paralelo com o pré-sal em termos de movimentação de pessoas e cargas a distâncias tão grandes", diz o gerente executivo de logística de exploração e produção da Petrobras, Erardo Gomes Barbosa.


Localizados a cerca de 300 quilômetros da costa, os campos do pré-sal deverão produzir, em 2020, 1,8 milhão de barris por dia, volume equivalente ao extraído na Bacia de Campos hoje, onde o movimento de pessoas entre o continente e plataformas marítimas chega a 40 mil por mês.

Em Campos, os funcionários são levados diretamente de helicóptero às plataformas, em voos que podem durar até duas horas. Já os equipamentos e suprimentos vão por embarcações de apoio, como rebocadores. Segundo Barbosa, replicar tal sistema em Santos, porém, seria ineficiente. "A distância média que percorremos hoje é de apenas 100 quilômetros", compara o executivo. E os barcos, diz, navegam a uma velocidade de 1,6 km/h.


O trabalho em busca de um novo modelo logístico foi motivado, em um primeiro momento, pela limitação dos helicópteros para voar 600 quilômetros sem abastecimento - ida e volta das plataformas, em caso de impossibilidade de pouso por causa de mau tempo. "Hoje há alguns projetos de helicóptero com essa autonomia, mas com capacidade máxima entre 22 e 24 pessoas. É pouco, se compararmos com a alternativa marítima, comenta Barbosa.


Fonte: EXAME

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Mais duas companhias aéreas no Brasil estão por vir


A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou ontem (01/07) que autorizou a criação de mais duas companhias aéreas no Brasil para atender operações regionais de cargas e passageiros. Dando os primeiros passos no funcionamento jurídico, começam entrar em jogo a Sol Linhas Aéreas (sede em Cascavel-PR) e a Nordeste Aviação Regional Linhas Aéreas (sede em Caruaru-PE).


Fonte: ADVFN

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Aumento do Pedágio nas Estradas Paulistas


Rodar pelas estradas paulistas ficará mais caro. Os valores dos pedágios serão reajustados, conforme contrato entre o governo do Estado e as concessionárias. Os reajustes variam de 3,64% a 5,19%. Descer para a Baixada Santista pelo Sistema Anchieta-Imigrantes vai custar R$ 17,80. Antes era R$ 17. Já o pedágio na Rodovia dos Bandeirantes passará dos atuais R$ 5,90 para R$ 6,10 e na Castelo Branco de R$ 10,80 para R$ 11,20.


Os índices foram divulgados ontem pela Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte no Estado de São Paulo (Artesp). O índice de 3,64% vale para as empresas que têm contratos de concessão assinados entre 1998 e 2000. Os 5,19% são referentes aos novos contratos originados na segunda etapa do Programa de Concessões Rodoviárias.


Recém-concedida, a D. Pedro I vai passar de R$ 8,60 para R$ 9. E o Sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto passará de um total de R$ 16 divididos em quatro praças de cobrança para R$ 16,80. Nas três rodovias está prevista a construção de praças de pedágio bidirecionais. No trecho oeste do Rodoanel, a tarifa passa de R$ 1,20 para R$ 1,30, aumento de 8,33%.


De acordo com a Artesp, o arredondamento do cálculo dos centavos permitiu a 63% das praças de pedágio reajustar as tarifas abaixo do índice aplicado. O cálculo de cada trecho de cobertura de pedágio, que é multiplicado pelo valor da tarifa quilométrica, possibilitou a manutenção dos atuais valores em quatro praças de cobrança: Diadema e Eldorado, na Rodovia dos Imigrantes; Sorocaba, na SP-075, e em Rio Claro, na SP-191. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


terça-feira, 30 de junho de 2009

Google faz parceria com Fiat para serviço de mapas em SP


SÃO PAULO (Reuters) - A operação brasileira do Google acertou uma parceria com a Fiat do Brasil para oferta do serviço de mapas "Street View" em São Paulo. O anúncio será feito nesta quinta-feira pelos presidentes de ambas as companhias.

Segundo uma fonte próxima do assunto, a Fiat vai patrocinar o serviço do Google que permite ao internauta ter imagens da cidade no nível das ruas.


Os carros a serem usados pelo Google para a produção das fotografias panorâmicas do serviço em São Paulo serão do modelo Stilo, da montadora italiana, disse a fonte.


O serviço Street View tem levantado questões sobre privacidade das pessoas, uma vez que torna disponível na Web imagens de fachadas e pedestres nas ruas, mas também já ajudou na solução de alguns crimes. O serviço é criticado em alguns países por fornecer imagens de localizações sensíveis, como bases militares.


Em maio, o Google informou que vai refazer todas as fotografias disponibilizadas pelo Street View no Japão usando ângulos de visão menores, depois de reclamações sobre invasão de privacidade.


Na Inglaterra, as câmeras do serviço captaram uma pessoa vomitando na rua em frente a um bar e notícias publicadas pela imprensa local afirmaram que uma mulher pediu divórcio depois que o carro do marido foi fotografado em frente à casa de outra mulher.


Mas na Holanda, este mês, dois ladrões foram presos depois que um adolescente vítima de roubo os identificou. Eles foram fotografados por um veículo do serviço do Google no momento em que roubavam o jovem.


A entrada em operação do Street View em São Paulo acontece depois que o Google melhorou a resolução das imagens da capital paulista disponíveis em seu serviço de mapas Google Maps.


Fonte : EXAME

segunda-feira, 15 de junho de 2009

WIAXIS Cria Serviço de Localização no Celular Ideal para Frotas Veiculares de Pequeno e Médio Portes


Serviço é ideal para frotas de veículos, como cooperativas de táxi, empresas de logística e entrega, entre outras, agilizando o dia-a-dia de seus colaboradores com o melhor custo-benefício para a empresa.


Encontrar um GPS veicular que seja bom e barato é uma tarefa difícil. E possuir um sistema de localização nos automóveis hoje em dia é vital para quem trabalha na rua em muitas das principais capitais do país.


Que tal pagar então apenas R$ 5,00/mês para ter um sistema de localização direto no celular – mesmo que ele não tenha a função de GPS - que funciona tão bem quanto um GPS veicular? Basta o taxista ou entregador digitar o endereço de origem (ponto de partida) e o endereço de destino (informado pelo passageiro ou cliente), no celular. Em poucos segundos, o aplicativo instalado no aparelho apresentará a melhor rota (mais curta, desviando do trânsito, e com menor custo no caso de uso de pedágios), e o seu trajeto no mapa, que é apresentado na tela do celular.


Esse é um novo serviço que já está disponível e pode ser comprado online no site www.mobileondemand.com.br, desenvolvido pela Wiaxis, empresa catarinense de tecnologia. O Mobile OnDemand (MOD) é uma plataforma inédita no mercado para desenvolvimento, distribuição e cobrança online de aplicações corporativas móveis compatíveis com centenas de aparelhos celulares e smartphones. A versão Beta do software já está no ar e pretende revolucionar o mercado de soluções mobile.


A solução de localização que interage com o GPS do aparelho celular, mas que também funciona em dispositivos SEM GPS, conta com a melhor solução de serviço de localização (LBS) do mercado nacional, o Apontador MapLink. O administrador escolhe quais serviços deseja configurar na sua aplicação para os usuários corporativos de sua empresa, faz o pagamento online e, no futuro, recebe uma e-NF (nota fiscal eletrônica). A contratação mínima é de três usuários.


Funcionalidades do serviço:

- Registro de endereços como favoritos

- Consulta de rotas entre endereços

- Se o aparelho celular possui GPS, é possível marcar a posição atual do usuário no mapa e utilizá-la como origem ou destino em novas rotas

- Apresentação de rotas para ajudar o usuário a chegar mais rapidamente e com menor custo em seu destino


Benefícios do serviço:

- Uma equipe mais produtiva e eficiente na localização de entregas

- Acesso fácil a mapas e rotas

- Redução de despesas com trajetos mais curtos

- Usuários podem marcar seus contatos como favoritos, para acesso mais rápido aos dados do contato ou a localização de seus clientes

- O aplicativo desenha a rota ponto-a-ponto sobre o mapa com informações de distância, restrições de mão de rota, etc

- Serviço está disponível para todas as operadoras de telefonia móvel (2G, 2,5G, 3G e WI-FI)

- O uso dos recursos do GPS permite que o aplicativo aponte no mapa a localização dos profissionais das equipes com bastante precisão (dependendo da cobertura de satélites na região desejada)


Por hora, o serviço já foi certificado nos seguintes modelos: Motorola L7, Motorola V8, Nokia E62, Nokia E71, Nokia N73, Nokia N75, Nokia N95, Nokia N95 Black, Sony Ericsson K310i, Sony Ericsson K750i, Sony Ericsson K790i, Sony Ericsson W300i, Sony Ericsson W350, Sony Ericsson W380i, Sony Ericsson W580i, Sony Ericsson W600i, Sony Ericsson W610i, Sony Ericsson W710i, Sony Ericsson W800, Sony Ericsson W810i, Sony Ericsson W880, Sony Ericsson Z530i. Novos modelos estão sendo certificados e logo outros aparelhos também serão certificados.


Sobre a WIAXIS


Empresa 100% nacional e uma das pioneiras no desenvolvimento de serviços financeiros móveis, a WIAXIS fornece tecnologia e serviços para viabilizar o uso de aplicativos de M-payment e M-banking em aparelhos celulares e smartphones.

Com sede em Florianópolis (SC), a WIAXIS está focada em criar valor real para a indústria de Serviços Financeiros com atenção especial aos negócios de Micro-pagamentos, Micro-finanças e Micro-crédito, através de seus produtos WI-PAY (www.wipay.com.br) e WI-BANK (www.wibank.com.br). A empresa atua no mercado há cinco anos e conta com clientes como Visa Vale, GetNet Tecnologia, Publicar do Brasil e Webraska do Brasil.

A plataforma de serviços da WIAXIS oferece mobilidade em aplicações de negócios já existentes ou permite transformar processos baseados em Web ou até mesmo “em papel” em poderosas soluções Mobile. Muito diferente de aplicações WAP ou baseadas em SMS, as aplicações desenvolvidas com tecnologia WIAXIS são mais rápidas, mais seguras e mais fáceis de utilizar. Além disso, as aplicações desenvolvidas estão disponíveis para usuários de operadoras GSM em todo o mundo e são compatíveis com centenas de modelos de aparelhos celulares e smartphones, dos principais fabricantes.

Para mais informações, visite:

http://www.wiaxis.com.br ou http://www.mobileondemand.com.br

terça-feira, 9 de junho de 2009

PIB Cai 0,8% no 1º tri e Recessão Técnica é Confirmada no Brasil



SÃO PAULO - O Produto Interno Bruto do País caiu 0,8% no primeiro trimestre de 2009, ante o quarto trimestre do ano passado, somando R$ 684,6 bilhões, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números confirmam a recessão técnica no País - dois trimestres consecutivos de queda -, adiantada por muitos economistas. Apesar deste aspecto negativo, a boa notícia é que a queda do PIB não foi tão grande como a maioria dos analistas esperava - queda entre 3% e 0,9% na comparação entre o 1º trimestre deste ano e o 4º trimestre de 2008.

FONTE: ESTADAO

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Desaparecimento de um Airbus A330-200 com 216 Passageiros


SÃO PAULO - A Air France emitiu nota em que lamenta anunciar o desaparecimento da aeronave que saiu ontem do Rio de Janeiro com destino à Paris, voo AF 447. O avião, um Airbus A330-200, deixou o Rio no domingo às 19 horas (horário de Brasília) e atravessou uma zona de tempestade com fortes turbulências às 23 horas (horário de Brasília). Pouco tempo depois, foi emitida uma mensagem automática indicando uma pane no circuito elétrico.

Conforme o comunicado da Air France, os controles aéreos brasileiro, africano, espanhol e francês tentaram estabelecer contato com o voo AF 447, sem sucesso. O controle aéreo militar francês tentou detectar o avião, mas não foi bem sucedido.

Estavam a bordo 216 passageiros, sendo 126 homens, 82 mulheres, sete crianças e um bebê. A tripulação compreendia 12 pessoas. O comandante de bordo possuia 11 horas de voo, acrescentou a Air France.

A empresa aérea disse compartilhar a emoção e a inquietação das famílias envolvidas. "Os familiares serão recebidos num local especialmente reservado no aeroporto de Paris Charles de Gaulle, assim como no Salão Nobre do Aeroporto Internacional do Galeão", destacou.

Na nota, a Air France dispôs os números 0800 881 2020 para todo o Brasil, 0800 800 812 para a França e 33 1 57 02 10 55 para outros países.

Fonte: Valor Online

O vídeo abaixou mostra decolando um avião do mesmo modelo que desapareceu, o Air France A330-200.


sexta-feira, 15 de maio de 2009

Fusão entre Perdigão e Sadia


Agora se tornou oficial: em comunicado que deverá ser registrado sob fato relevante na CVM ainda nesta sexta-feira (15/05), a Perdigão e Sadia informam que irão fundir suas atividades numa nova empresa denominada Brasil Foods. Esta nova companhia irá desbancar a Bunge Alimentos da primeira posição da maior empresa do setor. A CVM já enviou um comunicado informado que está analisando com cautela as estranhas movimentações realizadas pelas ações da Perdigão e Sadia nos últimos dias.

Fonte: ADVFN

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Porsche e Volkswagen nunciam fusão


Após uma reunião realizada nesta quarta-feira (06/05) com os acionistas das famílias Porsche e Piëch, as duas mundialmente conhecidas empresas do setor automotivo, Porsche e Volkswagen iniciam uma organização para fusão de suas operações e controles. Ainda sem muitos detalhes, as duas empresas irão criar um grupo automotivo integrado, reunindo 10 marcas em uma organização que irá durar aproximadamente quatro semanas. As marcas serão mantidas e irão operar de forma independente, mesmo estando sob uma administração única. Atualmente a Porsche detém 51% das ações da Volkswagen em negociações realizadas diretamente no mercado à vista. Participarão também das novas decisões os empregados das montadoras e o Estado Regional da Baixa Saxônia, na qual detém 20% dos papéis da Volkswagen.

Fonte: ADVFN

terça-feira, 28 de abril de 2009

Revista LogWeb para Download


A revista LogWeb é disponibilizada gratuitamente via PDF. A seguir segue o link para nova edição: LOGWEB 86
Abraços!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Maior Queda da Demanda de Aço no Mundo Desde a Segunda Guerra Mundial


A demanda global por aço deve recuar 14,9 por cento em 2009, para 1,019 bilhão de toneladas, na mais drástica redução desde o a Segunda Guerra Mundial. Os números foram divulgados nesta segunda-feira pela Associação Mundial de Aço.

A entidade, cujos membros produzem cerca de 85 por cento do aço do mundo, informou que espera que a demanda se estabilize no final de 2009, ocorrendo uma recuperação em 2010. A associação não informou uma previsão exata para o próximo ano.


"A melhora no consumo de aço no segundo semestre de 2009 dependerá dos efeitos dos pacotes de estímulos governamentais, continua estabilização dos sistemas financeiros e retorno de parte da confiança do consumidor", informou Daniel Novegil, presidente da comissão econômica da associação.


A demanda de aço da China, maior país produtor e consumidor do metal, deve cair cinco por cento. Essa queda, se confirmada, será a primeira desde 1995, informou a entidade.


A demanda pelo metal deve despencar 36,6 por cento nos Estados Unidos este ano e 28,8 por cento na União Européia.


Já no Brasil, a demanda deve recuar 14,5 por cento, para 20,5 milhões de toneladas, após uma alta de 8,6 por cento em 2008.


Na Índia, um dos poucos países a ir contra a tendência, a demanda deve avançar 2 por cento este ano.


Fonte: EXAME

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Petrobras Anuncia Nova Jazida nos Reservatórios do Pré-sal


A Petrobras enviou na noite de ontem (14/04) um comunicado a ANP (Agência Nacional do Petróleo) sobre a descoberta de mais uma jazida de óleo leve em águas ultraprofundas na Bacia de Santos. O reservatório fica a 4.900 metros de profundidade e teve sua primeira amostragem através de teste a cabo. Esta nova jazida fica localizada no bloco BM-S-9, onde a Petrobras forma consórcio com a Repsol e BG Group, com peso na participação de 45%, 25% e 30% respectivamente. Este bloco foi o mesmo responsável pela polêmica causada em 2008, após declarações de Haroldo Lima, diretor-geral da ANP, e a descontrolada valorização das ações da estatal.

Fonte: ADVFN

terça-feira, 14 de abril de 2009

Grupo de Logística no LinkedIn


Convido aos usuários da comunidade de relacionamentos profissional, LinkedIn, para se juntarem ao grupo Logistics Supply Chain Brazil .

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Tecnologia Nas Locomotivas da Vale


A Vale acaba de lançar um projeto inédito no Brasil, o Trem Bicombustível, que prevê a utilização da mistura gás natural e diesel em suas locomotivas. Os testes começaram na Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), uma das ferrovias mais produtivas e eficientes do mundo. Nesta fase, serão investidos R$ 2,4 milhões e utilizadas diferentes concentrações de gás, variando entre 50 e 70%. Após os testes, a Vale irá avaliar a possível expansão da utilização do gás na frota de locomotivas da EFVM e Estrada de Ferro Carajás (EFC).

A conversão dos motores das locomotivas para o gás natural permitirá a redução das emissões de CO2 na atmosfera, provenientes da queima de combustíveis. Estima-se que, com o uso futuro de gás nas locomotivas das ferrovias EFVM e EFC, deixarão de ser emitidas 73 mil toneladas de CO2 equivalentes na atmosfera por ano. Este número corresponde ao sequestro de CO2 do reflorestamento de mais de 155 hectares de mata nativa e equivale, também, à emissão de uma cidade não industrializada de aproximadamente 9 mil habitantes.

Com a utilização de gás natural nas locomotivas, a Vale vai evitar uma quantidade de CO2 superior ao que deixou de ser emitido por toda a empresa com o uso das misturas de biodiesel B2 e B3 (71 mil toneladas) em 2008, em locomotivas, caminhões fora-de-estrada e na geração elétrica. Em janeiro de 2007, a Vale antecipou-se à Lei Federal 11.907/05 e passou a utilizar o B2 (mistura 2% de biodiesel e 98% de diesel comum). Em julho de 2008, substituiu o B2 pelo B3 (3% biodiesel e 97% diesel comum).
A primeira viagem do trem verde pioneiro no país foi feita em dezembro de 2008. O motor de uma locomotiva modelo BB36 foi convertido para gás natural e a composição circulou com 168 vagões na malha da EFVM.

Os investimentos da Vale nos novos motores a gás natural estão alinhados à estratégia da empresa de investir no mercado de gás, por meio da aquisição de participações em blocos exploratórios, ampliando seu consumo e as opções de geração energética. Desde 2007, a Vale investe em participações em consórcios para exploração de gás natural nas bacias sedimentares brasileiras. A empresa já construiu um portfólio composto por 17 blocos. Em novembro de 2008, a Vale adquiriu a Petroleum Geoscience Technology (PGT), empresa especializada em exploração e produção de petróleo e gás.

Tecnologia

Além dos motores a gás, mais uma tecnologia será implantada nos trens: os freios eletropneumáticos (ECP). Eles são dispositivos que facilitam o controle de velocidade e a rápida atuação dos freios em todos os vagões de uma composição, possibilitando ao operador melhor controle do trem. Os freios eletropneumáticos contribuem diretamente para ganhos de eficiência energética, garantindo economia de cerca de 5% no consumo de combustível.

Fonte: http://www.novaeraonline.net/15201.html

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Setores da Economia


Vou falar um pouco sobre os setores da economia. São princípios básicos de economia e fáceis de entenderem.

A economia é dividida em três setores:

Setor Primário: É o setor da economia onde se encontram as atividades extrativas, agrícolas, pecuárias, etc. São todas as atividades relativas a recursos naturais. Um exemplo de recurso natural é o petróleo.

Setor Secundário: É o setor da economia onde se encontram as atividades industriais, de transformação de matéria-prima em bens (produtos). Exemplo: montadoras de veículos.

Setor Terciário: Setor econômico relativo a serviços. Exemplos: instituições financeiras, empresas de telecomunicações, atendimento médico. É neste setor em que as atividades logísticas (transporte, estocagem, armazenagem, etc) se encontram.

Os países mais desenvolvidos são os que têm os setores secundários e terciários mais abrangentes. Mas é importante saber que há exceções como a Dinamarca, um país desenvolvido, cujo setor primário tem maior participação.

Até mais!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Policiais rodoviários vão usar motos Harley-Davidson no Paraná


Policiais rodoviários do Paraná vão usar motos da marca Harley-Davidson para fiscalizar as rodovias do estado. Trinta veículos foram entregues pelo governador Roberto Requião na terça-feira (24), segundo a Agência Estadual de Notícias do Paraná

Cada moto - modelo Roald King Police de 1.790 cilindradas - custou R$ 28 mil. Segundo o governo, o preço dos veículos no mercado é cerca de R$ 70 mil.

As motos novas vão reforçar o pelotão de motocicletas do Batalhão de Polícia Rodoviária. O comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, tenente-coronel João Francisco dos Santos Neto, informou que os policiais passarão por um curso para pilotar as motos.

Fonte: Intelog

terça-feira, 17 de março de 2009

Feira Intermodal South America


De 14 a 16 de abril estará ocorrendo a maior feira de logística, comércio exterior e transportes do país no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP). Um grande número de empresas estarão expondo novos produtos e serviços ao público composto de profissionais, executivos, jornalistas, interessados e estudantes. Para visitar a feira, é necessário uma credencial que pode ser requisitada no site oficial do evento http://www.intermodal.com.br/

segunda-feira, 9 de março de 2009

Lucro Recorde da Petrobras


Sem sombra de dúvidas, o destaque máximo ficou por conta dos resultados da Petrobras divulgados na noite da sexta-feira (06/02), após o fechamento dos pregões. No acumulado de 2008, a estatal registrou um lucro líquido recorde de R$ 32,98 bilhões (R$ 33,91 bilhões com base nas regras contábeis antigas), o que representa uma alta de aproximadamente 53,4% em relação a 2007. No quarto trimestre do ano passado, a Petrobras também marcou uma alta nos resultados, com um lucro líquido de R$ 7,33 bilhões, um avanço de 45,5% em relação ao mesmo período de 2007. Fora isto, a estatal bateu o seu recorde de produção diária de barris ao longo desta última semana, com a produção de 2.012.654 barris de petróleo (contra o recorde anterior de 2.000.414 barris em dezembro de 2007).

Fonte: ADVFN

quarta-feira, 4 de março de 2009

Tarifas Intermunicipais de Onibûs Tiveram Reajustes


Os preços das passagens de ônibus intermunicipais ficaram mais cara desde o dia 03 de março de 2009. As passagens das linhas rodoviárias, que interligam os municípios paulistas, tiveram a tarifa reajustada em 9,07%. Já para as linhas suburbanas, o índice será de 9,13%, conforme Portaria n.º 1 da Agência Reguladora de Transportes do Estado (Artesp), publicada no Diário Oficial do Estado do último dia 20.

Os reajustes representam a recomposição dos custos operacionais das empresas e levam em conta as variações de preço de diversos itens, desde custos administrativos até autopeças e pneus, informou a Artesp, em nota à imprensa. Entre os custos fixos - respectivamente rodoviário e suburbano - despesas com pessoal de operações (20,3% e 34,6%) e depreciação de veículos, instalação e equipamentos (16,8% e 10,2%) foram os que mais contribuíram para a atualização do índice. Já entre os custos variáveis: combustível (18,2% e 24,2%,), pneus novos (13,16%), câmaras (de 15,44% a 29,03%), protetores de pneu (de 22,34% a 43,75%) e recapagem de pneus (4,92% a 23,44%).

A alteração nos preços só não vale para as linhas que operam dentro das regiões metropolitanas, estas a cargo da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU). Em 2008, o reajuste tarifário dos serviços intermunicipais de transporte coletivo foi aplicado em 23 de fevereiro. Neste ano, a data de reajuste foi postergada devido ao Carnaval, alegou a Artesp, para que os usuários que viajariam no feriado prolongado não tivessem que pagar a diferença. A Portaria da Artesp e as tabelas de preços estarão à disposição dos usuários em guichês, agências e veículos de transporte coletivo.


Fiat Anuncia Recall do Punto


A Fiat divulgou hoje um comunicado de “recall” aos proprietários dos veículos Fiat Punto, para verificação do fecho do cinto de segurança central do banco traseiro e, caso haja necessidade, sua substituição. A convocação abrange todas as versões do modelo produzidas entre 25 de junho de 2007 e 03 de novembro de 2008: Punto 1.4, Punto 1.4 ELX, Punto 1.8 HLX e Punto 1.8 Sporting.

Trata-se de uma falha no processo de fabricação do fecho do cinto de segurança central do banco traseiro, comprometendo seu funcionamento. Em caso de um dos ocupantes laterais do banco traseiro do veiculo afivelar, equivocadamente, seu cinto de segurança no fecho do cinto de segurança central, terá a falsa impressão de afivelamento pleno do sistema.

Porém, o fecho do cinto de segurança poderá desacoplar-se espontaneamente ou, ainda, oferecer resistência ao comando do ocupante para seu destravamento, o que configura um risco, não cumprindo o objetivo de segurança do equipamento.

A Fiat esclarece que o serviço é gratuito, devendo ser agendado na concessionária ou oficina assistencial de preferência do cliente. Em caso de dúvida, o cliente poderá solicitar esclarecimentos pelo telefone 00800 707 1000 ou, ainda, pelo website www.fiat.com.br.

Fonte: G1

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Governo Prepara Estratégias para Elevar Exportações do País


Com o desaquecimento da economia, o governo brasileiro prepara estratégias para aumentar o fluxo de vendas para o exterior.


O ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge e sua equipe partirão para missões de negociação em outros países como: Rússia, Moçambique, Angola e África do Sul. Eventos internacionais estão programados neste ano para mostrar a transparência do comércio exterior, junto com a ajuda de ações privadas.


A maior preocupação é o protecionismo de alguns países, que acabam embargando produtos brasileiros. Um exemplo é o stor de suínos na Rússia, este país pode produzir mais carne de porco, para gerar empregos, mas diminuindo a importação de carne brasileira.


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Novos Destinos da Azul Linhas Aéreas


A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anuncia mais quatro destinos a partir de março e abril: Fortaleza (CE), Manaus (AM), Navegantes (SC) e Rio de Janeiro (RJ). Em operação há 10 semanas, a empresa passa a servir nove destinos a partir de Campinas.

Os outros são para Curitiba, Porto Alegre, Vitória, Salvador e Recife. Ontem foi anunciada a promoção Azul 25, com desconto de 25% na hora da reserva se o cliente citar a promoção.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Produção de Veículos no País Dispara


A produção de veículos no brasil subiu 92,7% em janeiro sobre dezembro, um percentual menor do que o mesmo período do ano passado.

As vendas subiram 1,5 por cento na comparação mensal e caíram 8,1 por cento ano a ano, para 197,5 mil unidades.

As vendas externas de veículos novos despencaram 48,1 por cento em janeiro sobre dezembro e recuaram 60,1 por cento sobre o ano anterior, atingindo 22,6 mil unidades.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Depois de 8 Anos, Brasil Apresenta Déficit na Balança Comercial


A balança comercial brasileira fechou janeiro com saldo negativo de 518 milhões de dólares devido ao recuo das vendas externas agrava pela recessão da crise financeira nas principais economias do mundo. O último déficit foi em março de 2001, quando o saldo negativo foi de 274 milhões de dólares.

A balança comercial é a quantidade de produtos importados e exportados, e quando o lado da exportação pesa mais (maior quantidade) do que da importação, temos o que chamamos de superávit e o que demonstra resultados positivos do país.

As exportações no mês passado somaram 9,788 bilhões de dólares enquanto as importações um montante de 10,306 bilhões de dólares. Um recuo de 25,8% das exportações comparado ao mês de dezembro passado e 6,3% nas improtações.

O Minitério do Desenvolvimento prevê que as exportações podem cair até 20% neste ano. E visando um cenário otimista, pode-se prever um aumento de 2% nas vendas para exportação.

Para evitar o déficit (ou diminuí-lo) o governo chegou a anunciar, na semana passada, licensa especial para importação de alguns produtos. Mas suspendeu esta licensa por apelo de empresários que necessitam de produtos importados para produção de outros produtos.

Em abril, as vendas de safras agrícolas e produtos industriais poderão ajudar a balança comercial a voltar a pesar para o lado do superávit.