segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Milk-Run


Traduzindo ao pé da letra, Milk Run significa Corrida do Leite. Esse nome é devido ao processo de um transportador passar em duas ou mais fazendas sem cruzar caminho na rota, retirar o leite e, em seguida, entregá-lo a uma empresa de laticínio. Isso é um dos exemplos do conceito de Milk Run, que mais comumente é usado na indústria automobilística.


Milk Run é um sistema de coletas programadas de materiais, que utiliza um único equipamento de transporte, normalmente de algum Operador Logístico, para realizar as coletas em um ou mais fornecedores e entregar os materiais no destino final, sempre em horários pré-estabelecidos.


O sistema de coleta programada de peças MR, que vem sendo adotado por um número crescente de empresas, permite um maior controle sobre as peças realmente necessárias e utiliza uma maior freqüência de abastecimento (lotes menores) com conseqüente redução de estoques.


O Milk Run possibilita um bom ambiente para a introdução, manutenção e melhorias de administração Just-in-Time, pela ter como uma de suas características a redução de estoques em toda a cadeia de suprimentos.


Objetivos do Milk Run:

  • Reduzir Custos Logísticos;
  • Controlar os Materiais em Trânsito
  • Reduzir os Níveis de Estoque;
  • Uniformizar o Volume de Recebimento de Materiais;
  • Agilizar o Carregamento e o Descarregamento.


Benefícios do Milk Run:
  • Embarques programados segundo a necessidade do cliente – uso de janelas de coleta com data, horário e quantidades pré-estabelecidas;
  • Estoques reduzidos devido à pulverização de embarques;
  • Nivelamento do fluxo diário de recebimento de materiais e redução do trânsito interno na fábrica;
  • Otimização na utilização (capacidade volumétrica) dos equipamentos de transporte, o que reduz bastante os custos associados à movimentação de materiais;
  • Melhoria nos serviços de manuseio de materiais, possibilitado pelo uso de embalagens padronizadas e reutilizáveis e pela maior agilidade no carregamento e descarregamento dos veículos;
  • Redução substancial nos custos de manutenção de estoques, pois o que chega dos fornecedores pode alimentar diretamente a linha de produção;
  • Possibilita a implementação de sistemas Just-in-Time integrado nas empresas parceiras.

Um exemplo prático de Milk Run na indústria automobilística é a utilização de um transportador para fazer a coleta dos suprimentos em vários fornecedores de uma região e seguir em direção á montadora. Dessa forma, evita-se utilizar um transportador ou veículo para cada fornecedor, reduzindo custos com fretes e estocando apenas o necessário.


Para obter um bom sistema de Milk Run fornecedores, operadores logísticos e clientes têm de estar sincronizados, possuir um bom canal de comunicação entre esses elos e cumprir com as devidas responsabilidades. Os fornecedores devem ter materiais prontos para embarcar na doca de expedição, na quantidade programada para o dia, observando os seguintes pontos antes da chegada do caminhão – embalagens padronizadas, devidamente paletizadas, etiquetadas e com a documentação emitida. Os operadores logísticos devem cumprir os tempos programados nas janelas de coleta (nos fornecedores) e janelas de entrega (nos clientes). Os clientes devem aos fornecedores todas as informações necessárias para a programação de suas fábricas – previsão da produção (10 semanas, por exemplo), programação da produção (2 semanas, por exemplo) e o ajuste final diário


Quando falamos de Milk Run não podemos esquecer da roteirização. Como o transporte é um dos principais personagens do sistema Milk Run, é essencial o uso de bons softwares roteirizadores para a definição das melhores rotas para a coleta e entrega de materiais, de forma a reduzir a distância percorrida e o transit-time dos produtos.


Rodolfo Luiz Alvarenga

7 comentários:

Leandro Callegari Coelho disse...

Rodolfo, fica a dica pros seus leitores que se interessem por pesquisa operacional: o site Logística Descomplicada iniciou uma série de matérias sobre PO.
Podem conferir em:

http://www.logisticadescomplicada.com/tag/pesquisa-operacional/

Abraços
Leandro

taty disse...

Primeiramente queria parabeniza-lo
pelo blog e pela materia!
Não sabia o pq do nome milk Run!!!
Um site q gosto muito sobre materiai de logistica eh:


http://www.fermad.com.br/produtos-logistica/


Vlw

Paulo Roberto Costa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Rodolfo, seu blog é uma ótima fonte de pesquisa para quem deseja aprender mais sobre logística, meus parabéns!

Gotaria que desse uma olhada no blog que estou desenvolvendo para a apresentação do meu TCC este ano, faço técnico em logística na ETEC e apreciaria alguma crítica ou sugestão sua.

Segue o link do meu blog sobre logística:

Paulo Roberto Costa disse...

Rodolfo, seu blog é uma ótima fonte de pesquisa para quem deseja aprender mais sobre logística, meus parabéns!

Gotaria que desse uma olhada no blog que estou desenvolvendo para a apresentação do meu TCC este ano, faço técnico em logística na ETEC e apreciaria alguma crítica ou sugestão sua.

Segue url:
http://logisticadescomplicada.blogspot.com/

Anônimo disse...

This feature adds more digital camera ratings and is perfect for professional nature photographers who want
to take photos with no artificial lighting.
Some as well as components of the Nikon D700 are these:. The EOS 5D Mark II naturally characteristics a total-frame sensor, but the resolution enjoys a considerable increase through the 12.



Have a look at my site - 5d mark iii

Anônimo disse...

Simply click on the program that you want to watch and go
directly to the channel it's playing on. ANTENNA: I get the same number of channels over the air as I did when I had a 7 year old generic HD TV. Key issues appear to be with wireless connection going in and out.

My blog :: roku